sexta-feira, novembro 18, 2011

Boicote o Comércio Chinês e os produtos chineses.




O que está por trás de tanta loja chinesa? ANTES DE MAIS UMA CONCORRÊNCIA DESLEAL APLAUDIDA PELO GOVERNO PORTUGUÊS.

Começa por se estranhar o facto de irem ocupar lojas, com rendas altíssimas, que ninguém ousa alugar. Estranha-se também só venderem produtos Made China.
As rendas altíssimas das lojas, são pagas directamente pelo governo chinês (!!!), que como contrapartida exige aos donos chineses, que só vendam produtos chineses.
O governo Português isenta os comerciantes estrangeiros, do pagamento de IRC (imposto), durante 5 anos (chocante !!!) Entretanto todos os 5 anos mudam de sitio e de nome e ficam isentos de novo.
Enquanto o comerciante Português chafurda afogado em impostos, estes tem a papinha feita, para tomarem conta do mercado e assistirem satisfeitos, impávidos e serenos ás falências em cadeia, de todos os seus competidores nacionais que são obrigados a pagar impostos e a cumprir uma lista infinita de normas europeias.
A concorrência é desleal pois os chineses não cumprem quase nenhuma dessas regras.
E o que dizer do controle de qualidade dos artigos que estas lojas vendem?
E o que dizer da obrigação de etiquetagem em Português e da garantia obrigatória dos produtos?
Já pensou também porque são tão baratos estes artigos? Porque são feitos com material da mais baixa qualidade, alguns deles suspeitos e prejudiciais à saúde e principalmente porque são feitos com a exploração da mão-de-obra em situação de verdadeira escravatura e com recurso a mão-de-obra infantil.
Não respeitam também regras normativas da Europa e Portugal não fiscaliza.
As lojas chinesas crescem como cogumelos, muitas vezes em Centros Comercias como é o caso do FREXIAL SHOPING em Cantanhede. Este centro comercial que alberga uma loja do grupo Intermarche sobejamente conhecido pelo exploração a que sujeita os funcionários, dá agora as mãos a uma loja chinesa enquanto hipocritamente anuncia que apoia a produção nacional.
Se apelamos a que se boicote o comércio e os produtos chineses esse boicote deve ser extensivo a estas lojas em centros comerciais que os albergam.

4 comentários:

rnpd disse...

«As rendas altíssimas das lojas, são pagas directamente pelo governo chinês (!!!), que como contrapartida exige aos donos chineses, que só vendam produtos chineses.»

Já pensei isto. Mas há dados que o mostrem/provem? Ou é uma suposição que todos fazemos?

Vítor Ramalho disse...

Pode ser dificil de provar.

Davide disse...

oi,pessoal, curiosamente, vivi na espanha e assisti de perto a este fenomeno, tambem por lá.
Os tres paises do sul que se venderam há china foram ... adivinhem a grecia, espanha e portugal, os chineses compraram o porto de "Piraeus" como porta de entrada para a europa.Onde vivi na espanha há lojas chinesas a menos de 20 metros umas das outras, numa avenida de 100 metros consegui contar 8.

neste momento vivo na belgica, aqui nao ha lojas chinesas,embora estejam cá os produtos porque será????
sera que nao houve acordo belgo-chino???? ou os turcos nao deixam???

deixo-vos o artigo sobre o porto grego em baixo http://www.npr.org/2011/06/08/137035251/in-greek-port-storm-brews-over-chinese-run-labor bem haja

Maria disse...

Para além da facilidade em minar o sistema económico, também têm muita facilidade em plantar-se cá; vem um para abrir a loja, vem a mulher grávida para ajudar na loja e depois têm tudo facilitado; acesso à saúde, à educação da criança... que curiosamente tem prioridade sobre as crianças portuguesas aquando das matrículas em escolas ou ATL.