domingo, dezembro 07, 2008

Bragaparques: A verdade

As intenções até não serão as mais nobres, mas dá um certo gozo ver o Zé que ninguém quer, a provar do seu próprio veneno.
Leia aqui as histórias que o Zé e companhia não contaram.

1 comentário:

Aderito Gouveia disse...

É melhor olharmos para o nosso país e deixar-mos os outros países de direito aos seus próprios cidadões, que têm capacidade para fazerem de paises como a Holanda um país rico.
Não vejo em que a Holanda, possa ser o mal do Mundo, aqui existe um grande lapso e uma ignorância de conhecimento e de informação.
Porque o mal para o Mundo vem da América.
Sobre um tal partido de pedófilia, penso que é melhor os pedófilos estarem controlados sendo visíveis, do que escondidos por detrás do anonimato, do poder, das instituições públicas ou privadas ( como os pedófilos da Casa Pia), tal como a droga, tal como a prostituição,(na Holanda as senhoras casadas não necessitam de ir para a cama com o chefe, ou outros, para acrescentar aos seus salários mais valias, o seu nível de vida é superior, como o fazem muitas mulheres em Portugal).
Eu conheço a Holanda tenho um familiar a viver lá e naturalizado há 30 anos, já lá estive a trabalhar durante três anos, razões familiares trouxeram-me de volta a Portugal, estou arrependido em ter voltado (e só estou aqui há dois meses), mas logo que tudo esteja resolvido vou regressar à Holanda, porque quando se conhece o Paraíso ninguém quer o Inferno.
É necessário conhecer um país e a sua sociedade, para se falar dela com conhecimentos de causa, não porque alguém disse ou por uma qualquer notícia lida num qualquer jornal, quem dera que Portugal fosse a Holanda, se os portugueses soubessem o que é civismo, educação e respeito, como esse povo que eu conheço e de quem já sinto falta, por várias razões algumas delas são; o respeito, o civismo, a educação, a dignidade de vida de todos acima de tudo da terceira idade, dos deficientes, das crianças, de animais protegidos e tratados, que quem dera a muitos ( centenas de milhares, para não dizer milhões do povo português, serem respeitados, tratados e protegidos, como na Holanda os animais são tratados), falamos de um país civilizado, onde existe uma única classe favorecida, (todos são favorecidos) onde o mais simples trabalhador (como o que recolhe o lixo das ruas) é tratado com o mesmo respeito e consideração que o Primeiro Ministro ou a Raínha, onde não existe pobreza, nem exclusão social, onde 95% do seu povo é saído das Universidades.
A primeira vez na vida vida que fui tratado como um ser humano num Hospital, com respeito,atenção e cuidado foi na Holanda,( entrei num Hospital, que parecia um Hotel de luxo, onde foi resolvido logo o meu problema de saúde), em Portugal era camionista, a minha antiga profissão levava-me até à Holanda, a primeira vez que entrei naquele país sem conhecimento dele, entrei com o camião por uma rua sem saída não conseguia dar a volta, a rua não permitia a manobra a um camião TIR, formou-se atrás de mim, uma fila de automóveis impressionante, não houve uma só buzinadela, vendo a minha dificuldade, muitos tentavam-me ajudar, logo apareceram a polícia e os bombeiros em meu auxílio,( não como em Portugal, que a polícia aparece para autuar ou mostrar a sua prepotência autoritária)isto em Portugal seria mais que motivo para ser vítima de insultos buzinadelas e discussões,
Parem de fantasiar, e quererem deitar abaixo o que é superior, sem conhecimento nem vivência dos paises, é ridículo e prova de grande má fé, inveja e mediocridade.