terça-feira, março 10, 2009

De joelhos

Os governantes de deste país e o rebanho que se junta à volta, a cada dia que passa ficam mais pequeninos, mais lacaios, mais cobardes.
Recebem com honras de estado um corrupto e um assassino e ainda tem o descaramento de o elogiar.
Angola é hoje um país de grandes diferenças sociais, onde a esmagadora maioria do povo vive no limiar da pobreza e onde um pequeno grupo de corruptos, sustentados no poder pelo neocolonialismo, vive principescamente.
Mas em nome dos negócios que os boys por lá vão montando e da solidariedade imperialista o governo e a esmagadora maioria dos partidos do sistema tentam atirar-nos areia para os olhos. De fora ficou o BE, partido com o qual discordo em muita coisa e do qual não espero nada. Mas diga-se em abono da verdade foi o único a ter uma atitude minimamente decente.

1 comentário:

J.Carmo Moura disse...

Até eu fiquei estupefacto com a reacção do BE...
Saudações fraternas!