domingo, fevereiro 22, 2009

Sem comentários


Não estão em causa "estalinhos", que esses só valem contra-ordenações, mas petardos. Espécie de "bomba de Carnaval que num passado não muito longínquo era vendida a crianças em tabacarias", recordou o juiz Pedro Veiga, do Tribunal de Esposende, que, a 29 do mês passado, teve de condenar um adulto, de 36 anos, a uma pena de prisão, por posse de petardos.

O homem que atacou a tiro o presidente da Câmara de Almeirim e a sua chefe de gabinete, na sexta-feira, saiu ontem em liberdade do Tribunal de Santarém, até ao julgamento, indiciado pelos crimes de dano e posse ilegal de arma, segundo a GNR.

1 comentário:

ANTIGAS GLÓRIAS ALGARVIAS E ALENTEJANAS disse...

Antigas glórias do futebol Alentejano aqui: